terça-feira, agosto 12, 2008

DISTANTES SEM DISTÂNCIA

Tão perto e tão longe de repente…
Quando o tempo não passa de miragem
E o silêncio é o efeito das palavras perdidas,
De distâncias que não se entendem…
Mas a distancia não é para entender.
Distância existe se quiser a nossa mente,
Porque no tempo e sem tempo há a viagem
Que os sonhos dão, sarando as feridas
De ser ausente das almas preteridas,
De causar toda a dor que essas almas sentem,
E vivendo são almas que pedem para morrer…

Assim, sempre assim, nada é diferente…
Tudo se repete, só porque quem está ausente
Não avalia o estrago que a dor da distância faz.
Nem o vazio que deixa qualquer um demente,
Porque só, em distância apenas está, quem jaz…

11.08.08

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger LUA DE LOBOS said...

e como a distancia doi...

adorei o que li
xi muito apertado
maria

7:49 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter