quarta-feira, julho 30, 2008

ONLY A FRIEND

Sweet love
Your poems are the hands of time
The poems you write,
Always love rhyme
And if love was good
And for living love is your food,
I’m not the bird
I’m not your flower
Sweet love
… … Farewell…
… … my friend… …


30.07.08

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger ghost particle said...

Hi Joan...how are you?

this is a sad poem, but its true in life.

6:12 da tarde  
Blogger Teste Sniqper said...

Aqui nasceu o Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...

9:39 da tarde  
Blogger joaninha said...

Olà RESSACA!
por aqui, também venho agradecer a visita e...também movida pela curiosidade, acabei de ler os textos já publicados e devo confessar que achei muito interessante a análise que faz para desencorajar quem pretenda seguir os cursos de Psicologia e afins… Também já tem solução para as Terapias do Luto? Ou para a Intervenção Comunitária? Gostaria de saber.
Isto não invalida que me congratule pela forma como apresenta o assunto. Está bem exposto e repito, é uma análise muito bem feita.
Obrigada pela visita aos meus Blogues e pelas palavras deixadas, muito embora nada tenham a ver com que escrevi.
Poderá vir sempre, pois é bem vinda(o), e eu tentarei fazer o mesmo, sempre que possível… enquanto não encontrar um lugarzinho num Bar de Alterne.

10:33 da manhã  
Blogger joaninha said...

Dear Friend Ghost particle, thanks for the words. Be sure that I'm much better, meanwhile I'll drop you a line to tell the total adventure
A Big kiss plenty of friendship

10:35 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter