quinta-feira, janeiro 22, 2009

BATIQUE


A linha do horizonte escondeu o sol dourado
Que mergulhou nas águas profundas do Mar
Ficou o céu pintado de vermelho alaranjado
E nas ondas fugidias deixei meus olhos navegar…

Mar a perder de vista, para além do imaginado
Deixa que me perca em busca de quem amar
Na linha do horizonte mais rosa e avermelhado
Deixa que afunde minhas horas de sonhar….

Na contraluz são negras as árvores e as gaivotas
As embarcações, ao longe, parecem ilhotas
Paisagem idílica, como num quadro famoso…

Uma pintura, um batique de artista africano
Um crepúsculo pintado num simples pano
Talvez apenas um gesto, ou um traço sinuoso…


22.01.09

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Maria Clarinda said...

Maravilhoso este teu poema, Joaninha!!!!
E a foto parece mesmo batique!!!
Lindo!
Jinhos mil de carinho

10:48 da manhã  
Blogger JoAnInHa said...

tens um prémiozinho no meu blog =P hihi

Beijinhos =)

7:55 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter