sábado, agosto 30, 2008

SÓ ESTE CANSAÇO…

O que sinto cá dentro é cansaço
Não do trabalho nem da alegria,
Nem sequer dos sonhos ou da fantasia:
Este cansaço é assim mesmo,
É mesmo fadiga desta agonia…

A agudeza dos sentimentos inúteis,
A paixão assaz forte por coisa nenhuma,
Este amor intenso pelo imaginado alguém.
Todas estas coisas e a doença; todas!
Essas e estas: o que faz falta é a verdade
E por tudo isso e tudo isto, sinto cansaço,
E este cansaço é o avanço,
Que me desliga e só provoca cansaço.

Tu amas o infinito e procuras o possível,
Eu desejo o impossível e procuro o eterno…
A minha dúvida é que não queiras nada…
E nos teus ideais nem eu, nem nenhum outro…
Eu amo infinitamente o impossível,
Ou talvez seja o impossivelmente possível…
Tu queres tudo, ou um todo, sem que o possas ter…
Eu canso-me de sonhar até morrer...

Queres saber o que penso?
Para ti a vida é vivida, não sonhada,
Para mim o sonho sonhado não é vivido,
Por isso, por isto, e pela dor,
A minha dor tão grande, sinto cansaço…
E crê, até é bom ter este cansaço
Porque vivo ainda, para poder morrer de cansaço…

30.08.08

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger jorgeferrorosa said...

Simplesmente cansaço, este cansaço que sinto pela mesma forma como o escrito foi talhado; até parece que sou eu que estou a escrever. Nem sei o que dizer perante cansaço que é o cansaço que estou a sentir. Cansado de estar cansado ou cansaço das coisas que cansam... Alegria ou tristeza? Nem sei, apenas o cansaço move todas as minhas sensações que estão cansadas. Talvez tenha nascido cansado...!! Nem sei já o que procuro... tudo o que procurei cansou, foi inútil, isto no que diz respeito a posturas de desejo impossível. Mas, o que é que se quer? Para que é que se quer? Que serve querer alguma coisa? Cansaço. Que cansaço envolve. Estou mesmo cansado, mas é mesmo, mesmo mesmo. O meu cansaço está quase a desembocar numa apatia. Mas para que serve querer alguma coisa quando isso que se possa vir a querer venha causar mais cansaço? Oh, que cansaço! Olha, estou tão cansado que me apetece mandar tudo a dar uma volta... mas é tão cansativo! Pensar cansa, é por isso que se vê quem governa as situações!!! Não posso, mas o cansaço tomou-me. Já estou cansado de aqui estar, melhor é ir dormir, mas também já me cansei de dormir, foi o dia todo. Tens razão no que dizes, mas para que serve morrer se a morte é um cansaço ainda que mascarado com a desculpa do descanso? As desculpas por vezes cansam. Hoje só me apeteceu andar no meu carro preto, foi a única coisa que não me causou cansaço, só apetecia acelerar, apenas o ar condicionado refrescava o cansaço. Melhor será meter mudanças e acelerar para não cansar tanto, abir o tejadilho e meter a cabeça de fora... ai, mas desculpa, o cansaço está a atirar-me por terra! A noite escura envolve-me com os sonhos incansáveis e incontornáveis.
Bem, isto dá quase para um novo post... inspirações de circunstância. Vá, não te canses mas mais que o cansaço não se torne crónico porque o meu está a chegar a essas proporções, tem milhas de comprimento e largura. Que cansaço, que amargura de cansaço. Diz-me o que faço? Vá, fica com um abraço, porque neste cansaço onde me desfaço e não faço faço de um pedaço de cansaço.
O meu cansaço já é uma bola com que tu possas brincar... deixa-me descansar porque não aguento mais o cansaço.
Beijinhos Joaninha e voa voa porque com tanto cansaço as asas podem não abrir! Vou dormir... para esquecer este cansaço.
Jinhos
Jorge

9:37 da tarde  
Blogger ghost particle said...

hi joana. hope all is well and that you're fine. leave me a note ok. :)

have a nice weekend.

4:27 da manhã  
Blogger JOSÉ MODESTO said...

Cansaço:
Depois das cotações que são dadas.
(shipping minha área).
As visitas que são efectuadas.
Os relatórios que são efectuados.
A política que é visitada.
Apetece-me sentir algo antes de desligar o computador...vêr o seu blogue.
Até amanhã. Descansemos..

9:52 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter