quinta-feira, julho 10, 2008

DESPEDIDA


Sem uma lágrima nem um lamento
Deixando pela Lezíria esta saudade,
Como uma rajada de vento
Parto para longe, para a eternidade…

Levo na alma um doce pensamento
E no peito o golpe fundo da crueldade
Que um ror de dias foram um momento:
Um belo sonho que ultrapassou a verdade…

Só quero deixar um adeus de despedida,
Dizer que vou ao primeiro sinal de partida,
Com a data marcada pela minha mão…

E gritar que este amor apenas foi meu
E que deixou um rasto de quem morreu,
Por não suportar viver só de ilusão…


10.07.08

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Jane said...

Obrigada pelo comentário. Fiquei muito contente. Vou andar atenta a este blog também =)de joaninha para joaninha.

10:19 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter