sábado, julho 19, 2008

UM OUTRO EU


(foto de joaninha)


Quando ainda não te conhecia
E vivia entre sonhos e Natureza,
A beleza era como uma alvorada
Sendo tudo, um esperar por nada…
E nas asas do vento, com certeza veio toda uma esperança iluminada
Que me fez ver nuvens desenhadas
Com amores pintalgados a cor…
Para esquecer as lágrimas já choradas
Ou para me trazer de novo a dor…
Preferi rios de terna amizade
A cestas do mais doce amor…
Preferi o tudo que a amizade suporta
Mas jamais voltar a sofrer por amor…

Não basta dizer que te amo
Não basta um beijo de ternura
Não basta seres aquele por quem chamo.
Não basta seres uma constante aventura
Não basta sofrer a saudade…
Não basta mais um miminho
Nem o gaiato sorrisinho
Para esconder a verdade…
Vou levantar-me. Sacudir os joelhos
Limpar as lágrimas às costas da mão
E deitar fora os sonhos velhos
E deixar pelo rio o meu coração…

19.07.08

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger vieira calado said...

Cumprimentos.
Bom fim de semana.

9:16 da tarde  
Blogger Jane said...

Nem sempre basta o que temos para dar, mesmo que seja tanto...

9:59 da tarde  
Blogger Teste Sniqper said...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.

10:03 da tarde  
Blogger jorgeferrorosa said...

Nem penses que estás só nesse tempo de onde já não és... há muita gente por aí...
Crei não me ter enganado, mas pareceu-me ter visto um outro template... de assombro... mas o que está em causa é o texto e, como sempre, uma verdadeira obra de arte da escrita. Gostei.
Lamento ser privada, de vez em quando, da leitura dos mesmos... é um sacrilégio esconder trabalhos tão bonitos e profundos.
tudooooo bommmmmmmmmmm. Jitos

2:36 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter