segunda-feira, outubro 19, 2009

DESDE QUANDO?

Procuro para além do horizonte distante

Talvez em vão, porque tudo está inacessível

Desde que as ondas do Mar te levaram

E à minha volta só há abismo…


Nos meus olhos há a pergunta intrigante

Cuja resposta será sempre impossível

Porque as dores para sempre levaram

O meu amor que julgava intransmissível…


Construíste silêncio em meu redor

Para destruir aquele sonho lindo

O mais belo sonho de amor

Que idealizei ser infindo…


E num horizonte cada vez mais distante

Numa paisagem sempre mais inacessível,

Apenas recordo teu olhar brilhante

E os beijos perdidos de sabor a mel…



19.10.09

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

São bons os beijos de sabor a mel.
Beijos para ti. Gostei de te ler, claro, como sempre!

3:46 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

A procura de um passado, muitas vezes através de perguntas sem respostas, até a nós próprios, pode levar-nos a constatar que o sonho foi destruido definitivamente. Fica, então, gravada em nós, a recordação e a saudade de momentos inesquecíveis.
Excelente poema, querida Joaninha.
Beijos.

10:32 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter