sábado, fevereiro 02, 2008

ENTRELAÇO DE ILUSÕES E SONHOS


Num gigantesco tear imaginário
Tecendo sonhos com fios de luz
Entrelaço esperanças no vazio
Como os braços largos duma cruz…

No gigantesco circulo do meu fadário
Sem ver a que distancia me conduz
Perde-se todo aquele amor lendário
Que ainda me faz vibrar e me seduz…

Como tecido, tristes sonhos, esperanças
São desesperos, lágrimas, suspiros e danças
Duma alma que segue a vereda da morte…

Teci o amor como um brocado primoroso
Mas fica meu choro constrangedor e doloroso:
É um entrançado da vida com a minha sorte…


02.02.08

1 Comments:

Blogger JoAnInHa said...

está LINDO o texto...e tu tmb ÉS LINDA gosto muito de ti mnha joaninha =D es a melhor amiga que alguem pode ter =P lol Beijos***

1:34 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter