domingo, setembro 02, 2007

“PORQUE TE AMO!”


Reinvento viver a cada instante
Uma vida desconcertante
Repleta de obscenidades,
Revoltantes contrariedades…
Mas sem nada de excitante…

Paga-se tudo a peso de ouro
Sem respeito nem decoro:
A vida, o viver e o amor…
E como troco, vem a dor…
A ofensa, o desaforo…

Reinvento pacotes de ilusão
Para alimentar a minha paixão…
Pago os impostos que me aplicam
Desculpo os que me criticam
E para ti, sempre o meu perdão…

Abdico dos meus quereres
Para satisfazer teus prazeres
E a resposta é sempre igual:
Fria, desumana – fatal…
Tudo o que tenho, são esses dizeres…

Reinvento a alegria de te ver
Ou de nunca te esquecer…
Reinvento formas de te amar
E apenas fico a esperar
Mas no fundo só quero morrer…

03.09.07

Etiquetas:

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

lindo janinha
sou sua fã
hehehhe

shalom!!!

7:00 da tarde  
Blogger Marte said...

Também eu morria por uma qualquer forma da última estrofe.

A vida, o viver e o amor são para saborear, são gotas de mel que Allá põe no nosso caminho

Beijinho doce

11:13 da manhã  
Blogger Flávia Vida said...

Joaninha querida ...

para fazê-la voar até o casulo, o que não tem feito mais [olhos marejados] tenho lá para ti um desafio ...
já o deve conhecer ou se já foi convidada,mas mesmo assim ...
então, topas?
vôe vôe até o casulo, ora pois e leia lá o que é...
um beijo
:)

7:37 da tarde  
Blogger Bruxinha said...

Eu realmente amo entrar no seu blog pq amo esta música e amo joaninha....!!!
E agora vc ainda me poe uma orquidea ai pronto só assim pra eu amar mais,,,!!
bjos

8:48 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter