sexta-feira, agosto 03, 2007

DESILUDES-ME


Recitam-se salmos
Balbuciam-se orações
A deuses perdidos na desesperança
Fazem-se promessas
E o caos progride…
É a vida que damos
Na morte das nossas ilusões…
Pede-se a vingança
De almas devassas
De tudo o que nos agride
Mas nada é senão desenganos….

O que é então amar alguém?

É estar só e desesperado
É ser constantemente agredido
É tão-somente ser trocado
Como preterido…

Lêem-se bíblias antigas
Estudam-se filósofos velhinhos
Apregoam-se éticas
E tudo serve para desculpar
Tudo é um pretexto estudado,
Todo é enganador…
Diz o povo – são cantigas!
Ou só formas patéticas
De fugires e não amar
De não seres o meu amado
De não seres o meu amor…

O que é então amar alguém?


04.08.07

Etiquetas:

5 Comments:

Blogger Poeta Đa Lua said...

é amar...
amamos sem nos perguntar se amamos ou somos amados?
um abraço e um sorriso!

10:49 da manhã  
Blogger Alexandre said...

No fundo complica-se tanto a vida quando é tão simples apenas... amar!

Muitos beijinhos!!! Tens um Pôr-do-Sol no meu blog também para ti!!!

11:01 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

cara amar é a unica coisa q faço!!!

3:00 da tarde  
Blogger Flávia Vida said...

o que é então amar alguém? pergunto para a Joaninha que não tem voado mais pelo casulo e quando me dou conta ela mesma já me respondeu: "é a vida que damos na morte das nossas ilusões"

beijocas
lindo demais esse poema
:)

6:36 da tarde  
Blogger jorgeferrorosa said...

Quantos salmos? Orações vazias, a deuses sem poder, com a ilusão de ser o que não se pode ser. Danças de um caos sem se entender... e um amor sem amor, uma ilusão mais vazia de conteúdo do que todas as ilusões do tempo considerado.
Quem te desilude? Porque te iludes? Tudo está nessa capacidade de iludir, de criar... não sei dos enganos ou desenganos. Olha, eu não espero nada... apenas espero continuar a ler estes posts muito lindos.
Beijinhos da Alma

4:09 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter