segunda-feira, fevereiro 02, 2009

QUE IMPORTA

Que importa ao mundo que estejas
Longe de mim, noutras paragens
Que importa ao mundo que não me vejas
Nem que me queiras mais por perto…
Que importa que nem leias as mensagens
E que para ti não seja certo
O que sinto quando me beijas…

Que importa ao mundo que chore,
Que reprove o que está errado,
Que te repudie ou te odeie,
Que as fraudes se multipliquem ao acaso
Que importa teres sido o meu amado
Ou que estejas aqui ou lá fora,
Que te chame ou que te implore
Para não me deixares ir embora…

Que importa enfim, que haja maldade
Que todo o mundo viva no maldizer,
Que seja insensível à deslealdade
Que importa ao mundo que prefira morrer!

01.02.09

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger jorgeferrorosa said...

À Joaninha:
Oi Joaninha, tão como vais? Espero que bem. Eu esvoaçando por aqui e por ali. Bigado pela passagem por este cantinho, vejo que é do teu agrado. Escrevo o que sinto e penso, o resto são cantigas. eh eh eh . Como te disse, o Caderno de Filosofia acabou de vez, não paguei as contas e os gajos cortaram de imediato, nem mais um segundo, tás a ver como as coisas são... e depois andamos para ai a pagar cafés e facilitar, olha deviamos ser iguais, nada de facilitar as cenas... bem, alguém já vai mandar a boca, pois que mande, está à vontade.
Bem, amanhã temos rádio, deixa lá ver se é desta!
Bem, o tempo corre e ainda tenho umas coisas a fazer.
E depois? Que importa? Que importa afinal? Bonito o poema, é um convite à meditação, uma pincelada filosófica. Boa?Tudo bommmmmm
Beijinhos
JOrge Ferro Rosa

12:12 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter