segunda-feira, julho 09, 2007

"SUBLIME EXPIAÇÃO"

Um dia, era uma vez, um grande amor
Que chegou tarde, na decadência da vida
Trazia flores cheirosas, cheias de cor…
Trazia toda a esperança que fora perdida…


Mas amar assim, demais, só me deu dor
E mais só, mais triste e mais ferida,
Deixei morrer dentro de mim o esplendor
Porque senti estar só, para sempre esquecida…


Os violinos e os sinos deixaram de tocar
As nuvens juntaram-se, cinzentas, para chorar
E eu, nem uma prece soube dizer, tão triste….


Nem esse amor soube escrever uma canção
Para despedida do meu solitário coração…
Nem louvar minha alma que já não existe…




09.07.07

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

lindo!
sem noção!
se estivesse do meu lado bateria palmas pra vc!!!!!!

shalom!!!

1:20 da tarde  
Blogger Robeta de Oliveira said...

oiii!
consequencias de amar né!!
ao menos deixa uma sublime poesia!
bjos t+

11:42 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter