sexta-feira, janeiro 08, 2010

POEMA PEQUENO

Espalhei flores ao vento
No jardim da esperança;
Plantei rosas na alma
E dei-te o meu pensamento…
Fiz poemas a chorar
Vi gaivotas voando com calma
E tudo me deu alento
Para te poder amar…

05.01.10

Etiquetas:

5 Comments:

Blogger - said...

First I want to congratulate you for this amazing blog!
Want to know about shopping mall hotels and many more.
Log On To http://www.whydubai.net

We hope you like it. Please send us any feedback and help us improve the sites further.

3:38 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Os poemas escritos com alma são sempre belos! Gostei muito. Beijinhos.

4:16 da tarde  
Blogger Kafka said...

Mais um lindo poema. Como em pouco se diz muito.
Beijinho

7:40 da tarde  
Blogger jorgeferrorosa said...

Desejos mil, flores que se espalham, onde o vento leva mais além... a esperança uma dança da alma, rosas da minha alma para ti, em poucas letras, com o meu pensamento, esse que tudo sustenta, esse que tudo faz movimentar, esse que é livre como as gaivotas de que falas. Quão bela a paz que se exibe, qual redentor do sentimento, esta forma de estar, o alento... Belo, fantástico um amor que ainda falas, que ainda conseguiste sentir e ter, espero que sim. Confesso que nunca o soube encontrar.
Bela publicação esta, arte mais nobre, mais elevada, com a grafia, com a magia e a lei do interior, Iabel, imperas na arte da palavra a honradez de uma pintura do coração. Bela escrita onde elevas a tua glória. Amei. Digo que gostei e não por dizer. Gosto por poder entender. Formidável o escrito.
Deixo um beijinho com a minha amizade. Do amigo de sempre.
Jorge Ferro Rosa

7:46 da tarde  
Blogger Maria Clarinda said...

E como gostei deste teu poema pequeno que tu chamas...e que eu acho grande...belo.
Adoro-te, Joaninha
Milhões de carinhos

11:15 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter