domingo, abril 26, 2009

LIBERDADE

A labareda dança em liberdade
Em liberdade voa o pássaro cantante
E o meu pensamento de mulher errante,
Em constante busca da verdade…

As nuvens deslizam em liberdade
E em liberdade está o predador ofegante
Que sôfrego satisfaz a sua necessidade,
Não liberta, minha alma chora esse instante…

A liberdade é uma utopia da vida
Mesmo gritando liberdade, não é sentida;
Somos prisioneiros desta realidade…

A liberdade é um sonho inatingível
Um desejo ténue que me deixa triste e sensível
Porque sonhos e desejos jamais serão verdade…

24.04.09

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Maria Clarinda said...

Leco-o comigo...lindo, no âmago das suas palavras tão cheias de tudo!!!
Carinho mil, Joaninha

8:29 da tarde  
Blogger Maria Clarinda said...

Desculpa , querida não é Leco rs é LEVO-O.
Jinhos de ternura

8:30 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home


Free Hit Counter